Estudante de Engenharia de Controle e Automação é premiado em Congresso de Engenharia e Ciências Aplicadas

12/11/2018 12:13

O estudante do Anderson Cordeiro de Souza, do curso de Engenharia de Controle e Automação do campus Blumenau da UFSC recebeu o prêmio “Trabalho Destaque” durante o 3° Congresso de Engenharia e Ciências Aplicadas nas Três Fronteiras – MEC3F 2018. Intitulado “A Control Based Soft-Robotic Glove for Rehabilitation and Physiotherapy  of Stroke Patients”, o trabalho foi orientado pelo Prof. Daniel Alejandro Ponce Saldías.

O evento, realizado nos dias 3 e 4 de outubro de 2018, em Foz do Iguaçu-PR, foi organizado pelo Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) e Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). A 3ª edição reuniu pesquisadores, professores, alunos e empresas na área da ciências aplicadas, engenharias e tecnologias.

(Comunicação UFSC Blumenau, com informações MEC3F 2018)

Tags: artigoautomaçãocongressoengenhariaprêmio

4th Workshop on Mechanism and Robot Design será realizado no campus Blumenau em setembro

09/08/2018 15:11

A UFSC Blumenau sedia, nos dias 20 e 21 de setembro, a quarta edição do Workshop em Projeto de Mecanismos e Robôs (4th Workshop on Mechanism and Robot Design – WMRD). O evento é promovido pela Universidade Federal de Santa Catarina – campus Blumenau, por meio do Departamento de Engenharias (ENG); Laboratório de Robótica (LAR) do Departamento de Automação e Sistemas/UFSC Florianópolis; e Grupo de Pesquisa em Robótica (GPROB/UFSC).

O objetivo é oferecer um espaço de cooperação e compartilhamento de conhecimento entre estudantes, pesquisadores e professores de diferentes áreas da engenharia, física e matemática. A programação do workshop inclui palestras e espaços de conversação informal, que oferecem aos participantes uma oportunidade única para a troca de experiências e de possíveis soluções a problemas relacionados com a área de mecanismos e robôs.

A decisão de deslocar a edição 2018 do WMRD de Florianópolis para Blumenau foi uma estratégia da organização devido a grande influência e demanda industrial robótica presente nesta região do estado de Santa Catarina. A nova sede permitirá que industriais e pesquisadores do Vale do Itajaí possam expor suas principais necessidades e problemáticas do setor, no qual a robótica tem posição de destaque.

A palestra de abertura, no dia 20/9, será ministrada pelo pesquisador Fabrício Lima Brasil, especialista em neuroengenharia e engenharia biomédica. Junto com o Prof. Miguel Nicolellis, atua no projeto Andar de Novo (veja vídeos abaixo), que visa demonstrar o potencial das interfaces cérebro-máquina para uso clínico em reabilitação motora de pessoas com paralisia causada por danos neurológicos. a equipe coordenada pelo Prof. Nicolellis apresentou ao mundo, pela primeira vez, um exoesqueleto dando o chute inicial controlado por uma pessoa durante a cerimônia de abertura da Copa do Mundo de 2014.

Fabrício Lima Brasil – Pesquisador e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Neuroengenharia do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), do Instituto Santos Dumont (ISD). Graduado em Eng. Elétrica pela Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT (2003). Mestre em Eng. Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2007). Tem experiência na área de Engenharia Biomédica, Interface entre Cérebro Máquina/Computador (BMI/BCI), Reabilitação de pacientes que sofreram acidente vascular cerebral (AVC) e com lesão medular, transtorno do espetro do autismo (TEA), Projetos de Equipamentos, Plasticidade e Estimulação Cerebral através de Estimulação Magnética Transcraniana (TMS) e Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (tDCS) – fonte lattes.cnpq.br

Tags: automaçãoengenhariamecanismosneurociênciarobóticaworkshop

O curso

14/05/2018 14:02

O curso de Engenharia de Controle e Automação – UFSC campus Blumenau forma profissionais aptos a projetar, analisar e usar sistemas de controle e automação aplicados a processos de âmbito doméstico, comercial e industrial com objetivo de automatizar. Desta forma a atuação deste profissional se estende a vários seguimentos do mercado, como empresas de engenharia, automação industrial e comercial e domótica; indústria petroquímica, química, têxtil, cerâmica, siderúrgica, metalúrgica, alimentícia e de cimento.

Nas primeiras fases o aluno irá cursar disciplinas básicas de matemática e física e terá os primeiros contatos com os conteúdos específicos das áreas ligadas a sua futura formação. Ao longo do curso, disciplinas especializadas e de projetos ajudam os estudantes a consolidar seus conhecimentos e dão espaço ao empreendedorismo.

1) Onde o Engenheiro de Controle e Automação atua?

O Engenheiro de Controle e Automação atua no planejamento, projeto, instalação, operação e manutenção de áreas como:

  • Domótica: sistemas automatizados de controle de equipamentos em edifícios comerciais e em residências, como elevadores, iluminação, aparelhos de ar condicionado e eletrodomésticos.
  • Automação industrial: automação de máquinas e sistemas em unidades de procução industrial e sistemas de manufatura.
  • Robótica: robôs industriais, robôs móveis, veículos guiados autonomamente, drones.
  • Controle de processos: equipamentos empregados nas indústrias química, de petroleo e gás, sucroalcooleira, etc.
  • Controle de sistemas mecânicos e elétricos: sistemas hidráulicos e pneumáticos, motores e geradores elétricos.
  • Informática: Projetar sistemas de informação e banco de dados. Programar equipamentos automatizados.

2) Quantas vagas são oferecidas?

O  curso de Engenharia de Controle e Automação da UFSC – Campus Blumenau é oferecido  em período integral e conta com 100 vagas anuais, sendo 50 a cada semestre.

3) Quais as atribuições do profissional?

Ao longo de cinco anos de estudo (10 semestres) o futuro engenheiro adquire habilitações para atuar em: Controle de Processos, Automação da Manufatura e Informática Industrial. A formação recebida o prepara para atividades de concepção, implementação, utilização e manutenção de unidades de produção automatizadas ou a serem automatizadas. Empresas de engenharia, indústrias de produção de equipamentos e software para a automação industrial e indústrias usuárias destas, são os interessados potenciais pelas qualificações deste profissional.

4) Qual o perfil do egresso (profissional)?

O engenheiro formado terá sólida formação técnico científica e profissional geral, que o capacite a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.


Carga horária total: 4680 H/A (mínimo 10 semestres)

Turno: diurno (matutino e vespertino)

Modalidade: presencial

Currículo: acesse aqui

Portaria de reconhecimento: acesse aqui

Conceito: 04 (Muito Bom)

Tags: automaçãocontrolcontroleengenhariagraduação