O curso

14/05/2018 14:02

O curso de Engenharia de Controle e Automação – UFSC campus Blumenau forma profissionais aptos a projetar, analisar e usar sistemas de controle e automação aplicados a processos de âmbito doméstico, comercial e industrial com objetivo de automatizar. Desta forma a atuação deste profissional se estende a vários seguimentos do mercado, como empresas de engenharia, automação industrial e comercial e domótica; indústria petroquímica, química, têxtil, cerâmica, siderúrgica, metalúrgica, alimentícia e de cimento.

Nas primeiras fases o aluno irá cursar disciplinas básicas de matemática e física e terá os primeiros contatos com os conteúdos específicos das áreas ligadas a sua futura formação. Ao longo do curso, disciplinas especializadas e de projetos ajudam os estudantes a consolidar seus conhecimentos e dão espaço ao empreendedorismo.

1) Onde o Engenheiro de Controle e Automação atua?

O Engenheiro de Controle e Automação atua no planejamento, projeto, instalação, operação e manutenção de áreas como:

  • Domótica: sistemas automatizados de controle de equipamentos em edifícios comerciais e em residências, como elevadores, iluminação, aparelhos de ar condicionado e eletrodomésticos.
  • Automação industrial: automação de máquinas e sistemas em unidades de procução industrial e sistemas de manufatura.
  • Robótica: robôs industriais, robôs móveis, veículos guiados autonomamente, drones.
  • Controle de processos: equipamentos empregados nas indústrias química, de petroleo e gás, sucroalcooleira, etc.
  • Controle de sistemas mecânicos e elétricos: sistemas hidráulicos e pneumáticos, motores e geradores elétricos.
  • Informática: Projetar sistemas de informação e banco de dados. Programar equipamentos automatizados.

2) Quantas vagas são oferecidas?

O  curso de Engenharia de Controle e Automação da UFSC – Campus Blumenau é oferecido  em período integral e conta com 100 vagas anuais, sendo 50 a cada semestre.

3) Quais as atribuições do profissional?

Ao longo de cinco anos de estudo (10 semestres) o futuro engenheiro adquire habilitações para atuar em: Controle de Processos, Automação da Manufatura e Informática Industrial. A formação recebida o prepara para atividades de concepção, implementação, utilização e manutenção de unidades de produção automatizadas ou a serem automatizadas. Empresas de engenharia, indústrias de produção de equipamentos e software para a automação industrial e indústrias usuárias destas, são os interessados potenciais pelas qualificações deste profissional.

4) Qual o perfil do egresso (profissional)?

O engenheiro formado terá sólida formação técnico científica e profissional geral, que o capacite a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.


Carga horária total: 4680 H/A (mínimo 10 semestres)

Turno: diurno (matutino e vespertino)

Modalidade: presencial

Currículo: acesse aqui

Portaria de reconhecimento: acesse aqui

Conceito: 04 (Muito Bom)

Tags: automaçãocontrolcontroleengenhariagraduação

Luta de robôs sumô de Lego – Disciplina de Introdução a E.C.A.

17/05/2017 11:26

Não é nenhum episódio de Robot Wars e os alunos da UFSC Blumenau ainda não participaram das competições da Campus Party, evento inteiramente voltado ao universo geek tecnológico. Mas o professor Marcelo Petry já dá uma palhinha aos calouros de Engenharia de Controle e Automação sobre as possibilidades que a área proporciona.

Entre uma aula de cálculo e outra eles tiveram que montar robôs de batalha com lego. Além de unir os conceitos teóricos e práticos, a atividade ainda proporciona uma boa diversão no final dos estudos em laboratório.
O resultado da competição ficou assim:

1º lugar – Grupo 1:

Eduardo Klein Fabeni
Guilherme Takashiba
Lucas Hideki Ishida Fujiwara
Guilherme Renkel Wehmuth

2º lugar – Grupo 2:

Arthur Fey
Caio Gomes Pereira
Lucas Thomé da Silva
Hugo Cesar
Marchi Cuevas

3º lugar – Grupo 4:

Eduardo Beneduzi Fraga
João Eduardo Linshalm
João Gustavo Engelmann
João Luiz Vieira Azevedo
Marco Aurélio Hellmann